Neon Genesis – IX

O manto de Nix estendia-se por inteiro enquanto sua filha, Selene, inclinava-se na direção do Portão Oeste e Vênus, sua sobrinha, acenava do Portal do Leste. O pessoal da NERV me deixou na porta de meu apartamento funcional e eu caí na cama, todo dolorido, pronto para aceitar o abraço de Orfeu. Eu estava meio acordado, meio dormindo quando a campainha soou. Quem seria a essa hora da madrugada? Seria a capitã Misato com mais alguma recomendação? Eu abri a porta irritado, mas minhas emoções mudaram completamente assim que eu vi quem estava diante de minha porta.

– Durak kun? Está um pouco frio aqui fora. Eu posso entrar?

– A… Ayanami chan?

– Desculpe por incomodá-lo… mas Ikari sama insistiu para que eu viesse falar com você.

– Ah… o… oquei… sem problema… por favor, entre.

Eu devo ter imaginado cenas assim centenas de vezes. Rei chan entra em meu quarto como se fosse a coisa mais casual do mundo. Eu ofereço a ela uma cadeira mas ela acena, como se preferisse ficar em pé.

– A… Ayanami chan… daqui a pouco é alvorecer… quer um chá, um café?

– Você é muito gentil, Durak kun, mas eu não estou aqui para uma visita social. Por favor, não crie falsas esperanças. Ikari sama quer ter certeza de algo e me mandou fazer um teste… então… se prepare…

Rei chan deixa cair o pesado casaco que vestia, revelando seu corpo completamente nu… eu pude ver sua pele pálida em perfeito contraste com o lusco fusco que prenuncia o alvorecer. Minha pulsação estava igual a um cavalo selvagem, meu coração estava prestes a explodir e meu corpo inteiro tilintava. Felizmente uma força maior agia e eu fiquei apenas encarando aquele espetáculo. Rei chan ficou ruborizada, pois meu corpo denunciava claramente o dilema que eu estava sentindo. Desleixadamente, abaixou, retomou o casaco e o vestiu novamente. Minha mente derreteu quando eu a vi sorrindo.

– Obrigada, Durak kun. Ikari sama havia me avisado de que você gosta de mim e que este teste seria muito difícil para você. Eu te agradeço e te peço desculpas por mexer com você assim, mas Ikari sama quer ter certeza de que você está focado em sua missão. Seria desastroso se você estivesse com certos… pensamentos… a meu respeito ou a respeito de Soryu chan. Ikari sama falou que nós nos conhecemos há quatorze anos atrás… desculpe novamente, Durak kun… eu não posso te falar o que aconteceu comigo nesses quatorze anos, mas aquela criança que você conheceu… não existe mais… é tudo o que eu posso dizer. Eu lamento se isso é doloroso demais para você, mas, por favor, aceite que nós somos apenas colegas de serviço e nada mais. Bom, é só isso o que eu tenho a dizer. Durak kun, até breve. Eu espero ansiosa para ver as melhorias que você fez em meu EVA.

Como eu me sentia? Eu estava me sentindo como meu corpo inteiro tivesse sido jogado em óleo fervente… ou em lava vulcânica. Os ferimentos que eu tive ao longo de minha jornada eram fichinha perto da dor que eu sentia. Eu assisti, como se eu estivesse congelado, Rei chan dar a volta, abria a porta e sair para a rua. Retomando sua expressão indiferente, talvez por compaixão e misericórdia, antes de fechar a porta, Rei chan se despediu com um prêmio.

– Ah sim! Uma vez que você passou no teste, você pode me chamar de Rei chan, a partir de hoje. Adeus, Durak kun.

Eu acenei com a mão, feito um marionete e desfaleci em minha cama. Quando eu acordei, Helios estava em seu ápice e o alarme de anjo soava estridente pelas ruas. Sem cerimônia alguma, capitã Misato entra em meu apartamento.

– Hei, soldado, agora não é hora de dormir! Tem um anjo atacando diretamente nossa base e nós precisamos de seus conhecimentos para repelir rapidamente esta ameaça! Vamos, venha! Nossas crianças estão em combate, mas estão tendo dificuldades!

Eu fui jogado no helicóptero da NERV e tive que colocar meu uniforme ali mesmo. eu não estou certo, mas eu acho que, ainda que de relance, a capitã Misato tinha ficado ruborizada ao me ver despido. Da perspectiva do helicóptero, eu pude ver o anjo. Indubitavelmente era do tipo terrestre e tinha uma semelhança incrível com uma enorme aranha. O piloto fez uma manobra de aterrisagem e eu pude observar que saía um tipo de haste e um líquido ácido de dentro do anjo.

– E então, “especialista”? O que recomenda?

– Capitã Misato, a NERV ainda tem guardada o rifle que eu preparei para os EVAs?

– Sim… mas… ainda aguarda aprovação… por quê?

– Porque a única forma de acabar com esse anjo é atirar diretamente em seu núcleo, de baixo pra cima, por entre esse mecanismo de perfuração do anjo. Dois pilotos forçarão a abertura no campo ATF e um piloto atirará com o rifle que eu construí. E isso tem que ser para ontem, senão o ácido vai derreter todo o Geofront.

– Roger. Copiou isso, Ikari sama? Sim, sim. Entendido. Shinji e Rei, preparem-se para forçar o campo ATF do anjo. Asuka, prepare-se para atirar com o rifle.

Eles aceitaram a minha sugestão com muita rapidez e facilidade. Se eu estiver errado, acabou tudo. O que ninguém perguntou ainda é exatamente o quê ou o porquê dos anjos virem nos atacar. Isso deve ter algo a ver com o núcleo do anjo que encontramos na Antártida, o núcleo a partir do qual os EVAs tinham sido clonados. O que torna tudo triste e trágico, visto que os EVAs são “filhotes” desses anjos.

Meus pensamentos são interrompidos por uma saraivada de tiros vindo de um ponto do Geofront situado abaixo do anjo. Como eu esperava, o meu “bebê” tinha funcionado mais do que satisfatoriamente. Os projéteis atravessaram o anjo por inteiro, como faca quente na manteiga. Meus cálculos estavam corretos, o óleo das engrenagens do anjo anularam a ação do ácido que o anjo vertia sobre o Geofront.

– Uaahuuu! Isso foi… demais! Muito bom, Durak! Você cresceu em meu conceito hoje! Como agradecimento, eu vou te dar permissão para me convidar para tomar algumas cervejas… você tem idade suficiente, não é?

– To… tomar cerveja? Convidar… você… capitã Misato?

– Apenas Misato chan… mas eu aceito. Sabe, as crianças são legais… mas são crianças. Quantos anos você tem, Durak?

– E… eu tenho quatro anos a mais do que os alunos da escola, mas… eu devo ter dois ou três anos a menos do que a senhorita, capitã Misato.

– Misato chan, só isso… mas você é lisonjeiro… eu estou na casa dos trinta… embora não aparente. Mas isso é bom! Você é legalmente adulto para tomar cerveja. Nos vemos às oito da noite! Na cafeteria dos oficiais!

Misato chan sai andando como se tivesse pedido um copo de água enquanto minha cabeça tenta juntar as peças. Seria esse mais um teste do senhor Ikari? De qualquer forma, eu terei bastante trabalho por hoje, limpando e consertando os EVAs depois desse combate. Eu não vou cair duas vezes no mesmo truque. Sim, trabalho, trabalho e mais trabalho. Eu tenho que focar no meu trabalho.

– Hei, Durak kun, como está meu EVA?

– A… Asuka chan?

– Eu fui incrível, não fui? Aliás, parabéns pelo rifle. Eu tenho experiência com armas de fogo, especialmente com rifles de assalto e devo confessar que o seu rifle me surpreendeu. Tão leve, tão prático e ao mesmo tempo com tiros tão poderosos… nossa! Eu acho que fiquei molhadinha quando eu apertei o gatilho e dei aquela rajada de tiros. Como você fez esse rifle? E os projéteis?

– Bom… eu usei uma liga especial de carbono, cromo, vanadium, platinum e titanium. As capsulas dos projéteis são do mesmo material. Mas o componente que deixou os projéteis tão eficientes… bom, isso é muito complicado de descrever… mas envolve operações alquímicas.

– Hmmm… vejo que você também tem seus segredos, como todos nós. Bom, isso não importa. O que importa é que Ikari sama percebeu que eu sou a melhor piloto. Eu estou animada e alegre. Vamos! Você tornou isso possível. Então você pode me convidar para um jantar.

– Ah… Asuka chan… eu tenho um compromisso com a capitã Misato e…

– Ah! Traidora! Ela também deve ter percebido o seu “potencial”… mas tudo bem. Você pode ir com ela. Sabe, ela tem todo aquele… “enchimento”, mas não tem conteúdo. Eu tenho certeza que Durak kun gosta de mulher com conteúdo. Não demore em me levar para jantar… senão… eu posso muito bem sair com Shinji…

Asuka chan sai do hangar rebolando suas ancas de forma provocante, como se estivesse me prometendo algo mais do que sua companhia para jantar. Isso não é bom. O senhor Ikari não quer que eu tenha esse tipo de pensamento. Mas isso não incluiu as pilotos. Eu começo a temer por minha integridade, só de pensar em tomar cerveja com Misato chan… eu tenho calafrios por pensar em ter um jantar com Asuka chan. O senhor Ikari não irá hesitar em me crucificar junto da criatura de onde o laboratório da doutora Ritsuko obtêm as “peças” de reposição dos EVAS. Eu juro que ouço uma risada vindo do EVA unidade três. Sim, eu estou louco.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s