A Regra de Ouro corrompida

Faça aos outros o que gostaria que fizessem a você. Certo?

Errado.

O que temos ensinado a nossos filhos, o que eu aprendi e reaprendi toda a minha vida, é um dos piores conselhos que existem. O que é pior: é quase universalmente aceito como evangelho (trocadilho intencional).

Nossos amigos bem-intencionados vão contribuir para que a Regra de Ouro seja tão universal quanto respirar. Budistas, cristãos, confucionistas, hindus, judeus, jainistas e tantos outros repetem a regra em sua filosofia. Você pode recuar de volta milhares de anos para a antiga Babilônia. [A Regra de Ouro pode ser achada em praticamente todas as religiões e filosofias antigas].

O ponto é este: a Regra de Ouro é generalizada. O ponto é este: a Regra de Ouro é tão perigosa quanto é generalizada. O ponto é este: continue a leitura.

Qual é o problema com a Regra de Ouro?

Eu estava jogando futebol e eu ouvi uma briga. Não tinha nada a ver com futebol , mas estávamos no campo.

Personagem 1: “Eu estou chateado que você fez esse comentário sobre a imagem [em alguma rede social]”
Personagem 2: “Eu não sabia que isso te deixaria louco”
Personagem 1: “Esse tipo de coisa nunca me perturba. Era uma piada. Por que você é tão sensível? “

A Regra de Ouro corrompida nem sequer respeita os limites sagrados do campo de futebol.

Você não entendeu? Vamos quadro a quadro:

“Eu não sabia que isso te deixaria louco.”

Muitas vezes nós baseamos nossas suposições sobre como alguém pode se sentir / reagir / etc em uma determinada situação. E todos nós sabemos o perigo em presumir e essa expressão besta que eu nunca acerto. Alguns podem dizer que é a natureza humana. Que está em nosso DNA. Eu não acho que isso seja necessariamente o caso. Mas todos podemos concordar que suposições podem ser perigosas.

“Esse tipo de coisa nunca me perturba”

Outra maneira de alimentar as nossas suposições é “colocar-se no lugar dos outros” e adivinhar como eles reagiriam. Tente o quanto quiser, você não pode se colocar no lugar do outro. Esta declaração é a essência do que há de errado com a Regra de Ouro, então eu vou dizer de novo: você não pode colocar-se no lugar do outro. “Eu não te fiz [algo] como eu não gostaria que você fizesse [algo] para mim, cara.”

“Era uma piada. Por que você é tão sensível?”

Ouch, sal na ferida. O que ele/ela estava realmente dizendo é: “Cara, eu fiz a você exatamente como eu gostaria que você fizesse para mim, mas você ainda está chateado, então evidentemente há algo errado com você. O que fiz foi completamente justificado e reforçado por milhares de repetições da Regra de Ouro que foram socializados em minha cabeça desde o nascimento, cara.”

A Corrupção da Regra de Ouro

A Regra de Ouro, apesar de ser baseada no que eu presumo (oops!) serem boas intenções, é fundamentalmente falha. Ela nos obriga a assumir o que vai fazer as pessoas felizes / confortáveis / satisfeitas e, em seguida, agir de acordo com esses pressupostos, em um esforço de bondade. Pior, a Regra de Ouro nos foi ensinada e reforçada tantas vezes que nós justificamos internamente esse comportamento como invencível, apesar do fato dela falhar constantemente.

Nunca trabalhou com uma “pessoa difícil”? Eu apostaria que essas “dificuldades” que você enfrentou foram [provavelmente] exacerbadas pela seu inadvertido exercício da Regra de Ouro. Faça a uma pessoa difícil (= diferente de você) como você teria feito a ti (= igual a você), e você terá feito até ter uma dor de cabeça e um som gritando dentro de sua cabeça.

Apresentando: A Regra de Platina

Platina vale cerca de três vezes mais do que o ouro. Isso é importante para o nome. Tenha isso em mente. A regra de platina é tão simples que eu vou escrevê-lo duas vezes. “Faça aos outros o que eles teriam feito a eles”

Faça aos outros o que eles teriam feito a eles.

Autor: Samuel Killermann
Fonte: It’s Pronounced Metrosexual

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s