A história de Ishtar – II

Os Filhos das Estrelas prosperaram, com a técnica de Enki expandiram suas terras e por uma extensa área, seus lares espalharam pelo corpo de Gaia. Cidades surgiram, reinos surgiram, a coroa de Anu foi dividida entre seus filhos e filhas, a descendência  multiplicou como a riqueza que do solo era extraída. De todas, a mais procurada e cobiçada tinha que ser tirada do fundo das entranhas de Gaia, um material brilhante, macio e moldavel, de grande utilidade para dar poder aos seus artifícios, os Deuses queriam cada vez mais aureum.

Cobiça, inveja e ciume, colocaram reino contra reino, Deus contra Deus, a inimizade e a guerra aconteceu entre os Deuses. Quem estava no trono do Submundo controlava o aureum, o Deus Ferreiro, o Deus Desfigurado, era chamado também de Deus da Morte. Os reinos dependiam do aureum que ele extraía, os Deuses tinham que negociar com ele e seu preço era pesado e cruel. Pelo fornecimento de aureum, os reinos mandavam ao Submundo seus filhos, para trabalharem nas minas, nas entranhas de Gaia. Para conquistar o apoio e a amizade do Deus Coxo, os reinos mandavam ao Submundo suas filhas, para deitarem-se no leito, para receberem a semente dele.

Antes desprezado e rejeitado entre seus próprios irmãos e irmãs, humilhado pelos Filhos das Estrelas, pela mágoa, rancor e vingança, o Deus Sujo tornou-se um déspota, um tirano, um usurpador que exigia oferendas diárias e tomava tudo aquilo que seu coração desejasse. Ele passeava pelos reinos, transitava por toda a extensão de Gaia, como se fosse o próprio Grande Anu, escolhia e levava os jovens, homens e mulheres, para o Submundo, trazendo tristeza e choro a muitos pais. Foi assim que um dia o Sombrio encontrou Inanna e por ela encantou-se. Inanna, das Filhas das Estrelas, a mais bela, esfuziante, abundante. Todos os Deuses a desejaram e ela não negava amor a quem a procurava, mas ao Canhoto ela tentou recusar, sem êxito, foi agarrada, presa, levada e como cativa viveu no Submundo, até conseguir fugir, levando consigo o fruto da união.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s