Eu amo meu senpai – I

Esta era uma ideia de outro blog que eu comecei e depois desisti. Eu estuo cansado de escrever histórias longas, então eu estou escrevendo textos curtos. O senpai é um papel que existe na sociedade japonesa, onde uma pessoa mais experiente fica responsável pelo novato.

A relação entre uma pessoa mais experiente e outra mais jovem é um tema presente em mitos antigos, frequentemente sendo interpretados como relacionamentos homossexuais, mas não era esse o caso nas sociedades do mundo antigo. Na sociedade japonesa, a figura do senpai constitui um farto material para contos românticos e eróticos.

Eu vou imaginar um cenário improvável, uma cidade japonesa, um porto, uma época quando o Japão estava começando a ser conhecido pelo Ocidente, a vinda de imigrantes de diversos países para o Japão para tentar a sorte. Assim começa a história de Giacomo, que chegou a Shibuia com seus pais. Como todo imigrante italiano, Giacomo e seus pais tiveram que se arrumar em um cortiço perto do cais. No mesmo dia, Giacomo procurou por emprego no porto para ajudar nas despesas da casa e foi contratado pelo velho Miyagi.

O velho guardava um ressentimento por um antigo aprendiz, por isso não deu muita atenção a Giacomo, o colocou para fazer serviços pesados e o mandava no fim da tarde para uma escola próxima, uma escola de freiras católicas. Ali ele foi recebido pela Madre Superiora que, por sua origem japonesa, tratou de encontrar um senpai para o jovem.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s